Postado em 16 de março de 2021

Curso de paternidade responsável é requisito para licença ampliada de 20 dias


Bancários filiados aos sindicatos associados à Contraf-CUT podem fazer o curso com desconto.

A licença paternidade ampliada de 20 dias é uma conquista da categoria. Mas, só tem direito a ela os bancários que fizerem um curso de paternidade responsável e apresentarem a comprovação ao banco. O curso pode ser feito em qualquer instituição reconhecida e a qualquer momento da gestação.

Diversos sindicatos oferecem o curso, como o Sindicato dos Bancários de São Paulo, que o oferece na modalidade on line com descontos bancários filiados a qualquer sindicato associado à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Para não sindicalizados, o custo é de R$ 150. Os sindicalizados pagam apenas R$ 50.

As aulas da próxima turma serão realizadas de 22 a 25 de março e os papais devem se inscrever até o dia 19 (clique aqui para se inscrever).

Sobre o curso

Em virtude da pandemia de coronavírus, o curso de Paternidade Responsável passou a ser realizado totalmente on-line, com todas as aulas ao vivo, o que garante a interação entre alunos e professores.

A proposta é promover uma reflexão sobre a paternidade e a maternidade no mundo contemporâneo. São abordados pontos como o momento na vida do pai, os desafios para a família com a chegada do novo integrante, depressão pós-parto e o respeito à condição biológica e psicológica da mulher. Os alunos também aprendem a trocar fralda, colocar para dormir, alimentação e pós-mamada, entre outros assuntos que auxiliarão a desmistificar o dia a dia com o bebê, além de conceitos pedagógicos novos e antigos, educação para igualdade e a função paterna nesse contexto.