Postado em 2 de dezembro de 2020

Contraf-CUT disponibiliza boletim em defesa do BB e dos bancos públicos


Material está na página de publicações e na área restrita do site.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), assessorada pela Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), disponibilizou nesta terça-feira (1º/12) um boletim em defesa do BB e dos demais bancos públicos.

Elaborado em formato A4, frente-verso, para facilitar a impressão e distribuição, o material também pode ser transformado em imagens que podem ser distribuídas pelas redes sociais e está disponível na página de publicações e, em formato de arquivo aberto, na área restrita do nosso site.

O texto de capa fala sobre a função social dos bancos e mostra que os bancos públicos a cumpre, ao contrário dos bancos privados. Ressalta que “os bancos públicos – BB, Caixa, BNDES, BNB e Basa – são as instituições que concedem empréstimos de longo prazo e atuam de maneira anticíclica, irrigando a economia em períodos de recessão e crise” e, além disso, financiam atividades essenciais como a agropecuária, a construção civil e a casa própria, obras de saneamento, geração de energia… E viabilizam o pagamento de programas sociais e a bancarização das camadas da população de renda mais baixa.

Mas que, desde 2016, o Governo vem descapitalizando os bancos públicos, sugando recursos que eles deveriam ter disponíveis para financiar a atividade econômica, gerar empregos e renda e, assim ajudar o país vencer a recessão em que estamos mergulhados.

No verso, o material traz dados que mostram porque os bancos públicos são imprescindíveis para que o país saia da crise na qual está mergulhado.

Acesse o material, confirma os dados e ajude na distribuição das informações, que são fundamentais para a defesa dos bancos públicos.

 

FONTE CONTRAF CUT