Postado em 30 de julho de 2021

COE/BMB debate saúde e estratégias de atuação dos funcionários.


Foi realizado nesta quinta-feira (29/07), de forma virtual, o Encontro Estadual dos Funcionários do Banco Mercantil do Brasil.

Foi realizado nesta quinta-feira (29/07), de forma virtual, o Encontro Estadual dos Funcionários do Banco Mercantil do Brasil.

Durante o encontro foram analisados os números do lucro do banco durante o primeiro trimestre deste ano e debatidos os principais problemas enfrentados pelos funcionários diante do risco do contágio pela Covid-19. Foram abordados ainda temas como agências superlotadas, excesso de jornada de trabalho e extrapolação de horas extras, cobranças exacerbadas de metas, assédio moral e falta de reconhecimento do banco em relação aos esforços e dedicação dos funcionários.

Marco Aurélio Alves, coordenador Nacional da Comissão de Organização dos Empregados do Mercantil do Brasil, (COE/BMB), destacou a importância a emissão de CAT também em caso de contágio de Covid-19 no ambiente de trabalho, mesmo sem o afastamento de 14 dias, como forma de registro de notificação junto à previdência social, caso o trabalhador eventualmente apresentar sequelas futuras ao contágio, o que poderá caracterizar o nexo causal. “Continuaremos a exigir do banco novos protocolos de segurança contra a Covid-19 e melhores práticas de proteção aos trabalhadores e clientes ”, afirmou.

O Encontro Nacional dos Funcionários do Mercantil do Brasil está previsto para acorrer no dia 4 de agosto, com a presença de diversos trabalhadores de todo o país.