Postado em 21 de julho de 2020

Bancários do Extremo Sul da Bahia aprovam Minuta de Reivindicações da Campanha Nacional 2020


Resultado da pesquisa nacional, além dos debates nas Conferências regionais e nacional, a minuta de Reivindicações dos bancários representa a totalidade das questões necessárias que a categoria apresenta diante de um cenário político, econômico e neste momento, principalmente em defesa da vida e saúde dos bancários e familiares.
A categoria no Extremo Sul da Bahia respondeu à convocação da Assembleia virtual e 226 bancários e bancárias participaram da votação. Apurado o resultado, 215 votos SIM (95,13%), 07 abstenções (3,10%) e 04 votos Não (1,77%). Com isso, por ampla maioria foi aprovada a Minuta de Reivindicações que
será apresentada à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na quinta-feira (23).
Dentre as propostas, a Minuta de reivindicação consta pedido de reajuste de inflação mais 5% de aumento real nos salários e todas as cláusulas econômicas.
Também foi a incluso na minuta uma cláusula para regular o trabalho home office, que não pode ser imposto pelo banco, para estabelecer, entre outras coisas, que os custos do teletrabalho sejam arcados pelos empregadores, assim como o fornecimento dos equipamentos de trabalho e ergonômicos. A cláusula também proíbe que sejam retirados direitos dos trabalhadores que cumprirem suas funções em suas casas, à exceção do vale-transporte/combustível, que deve ser fornecido com valor proporcional aos dias de comparecimento do trabalhador no banco, definindo que estes tenham de realizar suas atividades no próprio local de trabalho, pelo menos, uma vez por semana.
Nas Reivindicações constam ainda proposta para que seja feita uma atualização da cláusula que trata sobre a estabelecimento e a cobrança as metas pelos bancos.
“Essa cláusula é muito importante uma vez que um dos eixos da campanha será a luta pela saúde e melhores condições de trabalho para a categoria”, ressalta Moisés Araújo, Diretor Coordenador-Geral do nosso Sindicato.

As demais cláusulas hoje presentes na CCT foram mantidas na minuta de reivindicações.

Eixos principais da Campanha nacional 2020
A campanha terá como prioridade a manutenção dos empregos e dos direitos, a defesa dos bancos públicos e o reajuste do valor da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) pelo mesmo índice da campanha.